Header Ads

Linux Mint 19 como meu servidor?

O título do post já vem para dar aquela agitada nos leitores, mas calma... vamos entender a lógica por trás dessa afronta.

Em todas as situações, até hoje, minha escolha para servidor sempre foi o Ubuntu Server em versões LTS (a mais nova, de preferência - e sem nenhum tipo de interface gráfica que não seja o terminal), porém, por conta de uma demanda, me surgiu esse pensamento - Linux Mint 19 XFCE como servidor.

Image result for server

O X da questão aqui é ter um servidor sempre atualizado, com o mínimo de interação possível com seu mantenedor e que, em caso de falha na atualiação, possa ser restaurado rapidamente por alguém sem muito conhecimento técnico. De quebra, como é um servidor multi tarefas, seja possível executar algumas tarefas simples, como gerenciamento de arquivos via interface gráfica e utilização do browser para exibir determinado conteúdo (sem interação).

O Mint 19 XFCE (e possivelmente seus sucessores):
- tem mecamismo de atualização automática;
- snapshot do sistema para recuperação em caso de falha;
- é leve;
- já possui interface gráfica pré instalada;
- manipulação de arquivos pela interface gráfica é bem simples;
- é possível utilizar o browser de preferência para exibir o conteúdo desejado;
- e se precisar, em algum momento, compartilhar arquivos na rede via smb, o processo é extremamente simples.

Portanto, para home users ou até mesmo pequenos negócios, acredito ser sim uma opção interessante e viável. Claro que é necessário dar uma tratada no sistema antes dele começar a operar, principalmente remover tudo que não será necessário.




Nenhum comentário